Home » BIM e facility management » Gestão de manutenção de ativos: o que é e 5 dicas uteis

Gestão de manutenção de ativos: o que é e 5 dicas uteis

A gestão de manutenção de ativos é uma estratégia para melhorar os processos de manutenção de ativos físicos. Veja 5 dicas para otimizá-la

Os recursos físicos estão no centro de todas as organizações e é importante cuidar deles para que seu desempenho permaneça inalterado ao longo do tempo.

Neste artigo, daremos algumas dicas valiosas para ajudá-lo a melhorar suas estratégias de gestão de manutenção de ativos. Se você ainda não conhece essa expressão, não se preocupe! Abaixo, explicaremos seu significado e a te ajudaremos a descobrir por que ele é diferente do gerenciamento de ativos.

Se você precisar otimizar a gestão e a manutenção de seus recursos imediatamente, recomendamos que confie primeiro em um software de gestão de manutenção. É um sistema que reune em uma única plataforma as funções para planejar, rastrear e gerenciar todas as suas atividades de manutenção e acompanhar o desempenho de seus ativos. Experimente agora e descubra como é fácil implementar uma estratégia de gerenciamento de manutenção bem-sucedida!

O que é manutenção de ativos?

O termo manutenção de ativos refere-se ao conjunto de ações técnicas, administrativas e gerenciais destinadas a manter ou devolver os recursos físicos de uma organização em um estado que possa desempenhar a função requerida.

Ativos significa todos os elementos físicos usados nas operações diárias de uma instalação destinados a fornecer uma vantagem para o negócio. Eles podem incluir edifícios, instalações, máquinas, ferramentas, equipamentos, equipamentos de informática e assim por diante.

Estes produtos estão sujeitos a desgaste e deterioração ao longo do tempo. Dependendo do orçamento disponível e dos objetivos estabelecidos, as empresas podem usar diferentes tipos de manutenção para garantir o bom funcionamento desses recursos e maximizar sua eficiência e produtividade.

A imagem mostra um exemplo de manutenção dos ativos

Manutenção de ativos

Por que essa manutenção é tão importante?

Embora a manutenção seja frequentemente considerada sinônimo de “reparo”, na realidade, em uma estrutura eficiente, a manutenção de ativos elimina a necessidade de reparos.

As empresas que baseiam seus negócios no uso de ativos tangíveis têm que lidar com os efeitos físicos do tempo e das operações diárias. Através de uma manutenção eficaz é possível, no entanto:

  • manter os recursos na melhor forma;
  • prolongar a vida útil do equipamento;
  • melhorar o desempenho e a confiabilidade das instalações;
  • limitar falhas e avarias inesperadas;
  • reduzir interrupções não planejadas.

Para atingir esses objetivos, as operações de manutenção dentro de uma instalação não podem ser confiadas no acaso.

É importante adotar estratégias de gerenciamento de manutenção direcionadas que ajudem as empresas a entender quando, onde e como intervir para manter seus recursos sempre em ótimas condições. Esses são os objetivos da gestão de manutenção de ativos.

O que é gestão de manutenção de ativos?

A gestão de manutenção de ativos é uma estratégia de melhoria contínua de processos que visa garantir a correta manutenção dos ativos da empresa, de forma a otimizar a eficiência operacional e minimizar os custos de manutenção.

Esse processo requer um planejamento estratégico e sistemático das atividades de manutenção e a criação de um sistema preciso de monitoramento e relatórios. Graças à gestão de manutenção de ativos é possível maximizar a confiabilidade, disponibilidade, segurança e vida útil do equipamento.

Quais são os componentes essenciais de uma estratégia de gestão de manutenção de ativos?

Um AMMS (Asset Maintenance Management Strategy) pode ser definido como realmente eficaz se lhe permitir monitorizar, gerir e manter sob controle os cinco componentes essenciais, que servem para caracterizar plenamente os recursos detidos por qualquer organização, nomeadamente:

  1. identificação: nem todos os ativos de uma empresa podem ser gerenciados e mantidos da mesma maneira. Por esse motivo, é importante identificar corretamente todos os ativos pelos quais você é responsável e definir o nível relativo de criticidade, de modo a escolher a estratégia de manutenção mais adequada.
  2. Posição: para gerenciar adequadamente um ativo, é necessário saber sua posição exata. É provável, no entanto, que os recursos de uma empresa não estejam todos localizados no mesmo lugar. Algumas organizações baseiam seus negócios no uso de atividades ou recursos móveis distribuídos em várias geografias. Para localizar mais facilmente os ativos a serem gerenciados, muitos profissionais do setor contam com as tecnologias GIS e GPS.
  3. Condição: conhecer a condição em que os ativos estão localizados é essencial para planejar as estratégias adequadas de gestão, manutenção e alienação. As informações de condição podem ser coletadas manualmente por inspeções visuais ou por monitoramento direto com sensores inteligentes.
  4. Manutenção: dependendo do tipo, posição e condição de cada ativo, é possível criar um plano de manutenção adequado. É importante estabelecer quais são os recursos mais críticos que precisam de manutenção preventiva e quais, em vez disso, podem ser gerenciados com manutenção corretiva simples. O uso de sistemas CMMS (Computerized Maintenance Management System) ajudará a simplificar e automatizar todas as operações de gerenciamento de manutenção.
  5. Custo: o desempenho dos ativos tende a diminuir ao longo do tempo à medida que os custos operacionais se tornam cada vez mais altos. Uma estratégia correta de gestão de manutenção de ativos maximizará a vida útil dos recursos e identificará áreas potenciais de economia, minimizando os custos de gerenciamento.

Gestão de manutenção de ativos vs. gestão de ativos: qual é a diferença?

Embora o nome possa ser enganoso, as estratégias de gestão de manutenção de ativos não devem ser confundidas com estratégias de gerenciamento de ativos.

Embora esses dois conceitos se complementem, eles não são a mesma coisa.

A gestão de ativos refere-se a um sistema de gestão que requer a contribuição de todos os departamentos envolvidos nos processos de negócios (a manutenção representa um desses departamentos).

Todos os aspectos da vida útil de um ativo  fazem parte de toda a estratégia de gerenciamento de ativos. Essa estratégia envolve os departamentos de planejamento, produção, manutenção, contabilidade, etc. trabalhando juntos para avaliar e gerenciar o custo, o valor, o risco e o desempenho de cada ativo.

A gestão da manutenção de ativos se concentra na execução das atividades de manutenção e na coordenação dos recursos de manutenção (incluindo peças, mão de obra, orçamento, etc.). Essa estratégia pode ser considerada como um componente menor e mais definido da gestão de ativos.

A manutenção surge da necessidade de manter o equipamento em funcionamento, com planos de manutenção sempre atualizados e custos tão controlados quanto possível. Para alcançar a excelência em manutenção, no entanto, é essencial entrar no campo da gestão de ativos.

Se o objetivo é otimizar a disponibilidade de ativos ao longo de seu ciclo de vida, reduzir os custos de reparo, aumentar a produtividade e cumprir os regulamentos, você precisa seguir os princípios de gerenciamento de recursos que ajudam a definir as melhores estratégias a serem aplicadas a cada ativo para atingir o objetivo final.

Quanto melhor a estratégia de gestão de ativos, menores os custos associados à sua manutenção.

A imagem mostra um exemplo de manutenção dos ativos

Realizando a manutenção de um ativo

5 melhores práticas para melhorar esse tipo de gestão

Se você realmente deseja aproveitar ao máximo seus recursos e otimizar seus processos de gestão de manutenção, siga as 5 dicas abaixo:

  1. realize uma coleta de dados adequada: coletar informações confiáveis sobre seus ativos  te ajudará a melhorar a tomada de decisões e obter economia de custos operacionais. O uso de um software de rastreamento de recursos te permitirá criar um banco de dados centralizado onde as informações serão constantemente atualizadas e facilmente acessíveis a todos que precisam delas.
  2. Implemente a estratégia de manutenção correta: os dados coletados na fase inicial são essenciais para escolher a estratégia de manutenção mais adequada. Os recursos mais críticos precisarão de um programa de manutenção preventiva. Essa estratégia ajudará você a reduzir o tempo de inatividade não planejado, melhorar o desempenho e a eficiência de seus ativos e manter os custos de manutenção sob controle.
  3. Melhore a gestão de estoque: a gestão adequada do estoque é essencial para garantir a disponibilidade adequada de materiais e peças sobressalentes e garantir a continuidade na produção e operação dos recursos. O uso de uma estratégia de O&M (Operação e Manutenção) facilitará evitar o excesso de estoque, otimizar os pedidos, receber os materiais necessários no local certo e no menor tempo possível e reduzir os custos de gerenciamento.
  4. Monitore métricas de manutenção e KPIs: as métricas de manutenção e os KPIs são parâmetros essenciais para monitorar o desempenho dos ativos e da equipe de manutenção. Acompanhar esses parâmetros ajudará você a implementar estratégias de gerenciamento de manutenção cada vez mais eficazes e direcionadas.
  5. Fortaleça sua equipe com treinamento e tecnologia: as estratégias ilustradas até agora devem ser apoiadas por uma equipe eficiente e tecnologias de ponta. Portanto, ele busca aprimorar o treinamento para aumentar as habilidades, capacidades e preparação da equipe. Além disso, certifique-se de usar as tecnologias mais avançadas, como os sistemas CMMS digitais, que são essenciais para acompanhar o desempenho dos ativos em tempo real, programar a manutenção e gerenciar todas as atividades a partir de uma plataforma centralizada.

Para implementar uma estratégia bem-sucedida de gestão de manutenção de ativos, siga as melhores práticas que acabamos de ilustrar e confie no software de gestão de manutenção. Com este poderoso sistema, você pode planejar, monitorar e gerenciar diretamente on-line e em uma posição centralizada todos os aspectos relacionados à manutenção de seus ativos. Isso te permitirá melhorar a produtividade de seus processos de manutenção e reduza muito o tempo e os custos relacionados ao gerenciamento de seus recursos.

 

usbim-maint
usbim-maint