Home » BIM e Projeto de construção » O que é o Virtual Design and Construction

O que e o Virtual Design and Construction

O que é o Virtual Design and Construction

O Virtual Design and Construction (VDC) é um método que utiliza o BIM para alcançar o máximo desempenho na gestão dos processos de projeto e construção


VDC, acrônimo de Virtual Design and Construction, é um conceito introduzido pela primeira vez em 2001 pelo CIFE (Center for Integrated Facility Engineering), na Stanford University of California. O principal apoiador da metodologia é o Professor Martin Fischer, diretor do CIFE.

O Virtual Design and Construction está fortemente relacionado com a metodologia BIM (Building Information Modeling), sendo uma tecnologia que utiliza modelos BIM 3D e outras informações para planejar digitalmente todos os aspectos de um projeto de construção (estimativa de custos, planejamento e gerenciamento de riscos).

Princípios do Virtual Design Construction (VDC)

O VDC é um processo virtual (Virtual), pois faz uso de modelos digitais criados com softwares específicos que visam simular o resultado final do projeto, antes de sua efetiva realização.

Os termos Design e Construction, em vez disso, dizem respeito às duas fases onde é possível atuar na qualidade do projeto.

Os três princípios fundamentais do VDC são:

  • produto, ou seja, o resultado do projeto;
  • organização do time;
  • processo de trabalho.

O gerenciamento desses três aspectos ao longo de todo o processo construtivo em formato virtual permite alcançar objetivos específicos, de forma extremamente eficiente.

A estrutura do Virtual Design and Construction

O objetivo do VDC no projeto de edifícios é entender a complexidade do próprio projeto e prever seus possíveis desafios, antes de investir tempo ou dinheiro. Com a implementação do VDC, um projeto pode aproveitar os princípios da Lean Construction (eliminação de desperdícios, redução de custos, melhoria de produtividade) através de ferramentas como:

  • Integrated Concurrent Engineering (ICE)
  • Project Production Management (PPM)
  • Building Information Modeling (BIM)
  • Métricas
Estrutura do Virtual Design and Construction

Estrutura do Virtual Design and Construction

ICE: Integrated Concurrent Engineering

O Integrated Concurrent Engineering (ICE) é um método social, com origem na NASA e na sua Colaboração Extrema (Extreme Collaboration – XC), que pretende facilitar decisões e comunicação através das melhores tecnologias disponíveis.

No contexto do VDC, esta metodologia tem o intuito de organizar reuniões com a equipe de projeto e permitir que os profissionais de várias disciplinas participem simultaneamente para criarem e avaliarem modelos VDC multidisciplinares de maneira extremamente rápida e confiável. O uso de sessões ICE no VDC, de fato, permite:

  • reduzir o tempo necessário para tomar decisões;
  • melhorar a qualidade dos resultados;
  • conseguir uma melhor integração entre as diferentes disciplinas.

PPM: Project Production Management

O PPM (Product Production Management) é o componente do VDC responsável pelos processos.

Quando aplicado a um projeto, ele define claramente seus objetivos e oferece uma visão ampla de todo o projeto e das atividades que mais precisam de atenção.

O PPM é uma ferramenta de planejamento que possibilita gerenciar a execução do projeto. Utiliza sistemas e metodologias para definir:

  • a variabilidade do projeto, visando implementar medidas capazes de reduzi-la;
  • o planejamento do fluxo de trabalho;
  • os recursos necessários.

O uso do PPM no projeto VDC permite entender, controlar e aprimorar a entrega do projeto.

BIM: Building Information Modeling

O BIM é o núcleo da virtualidade, ou seja, o componente que leva à representação digital e visual daquilo que a equipe está realizando, com informações relacionadas a cada objeto do edifício.

A metodologia BIM é fundamental nas sessões ICE para:

  • apresentar facilmente os desafios do projeto para equipe e clientes;
  • apoiar a tomada de decisão através da aquisição de dados e visualização 3D.

Indicadores

Para garantir que cada componente consiga atingir os objetivos do processo VDC, é essencial monitorar métricas específicas. Essas métricas são importantes para identificar as correções visando uma melhoria contínua do processo.

Os Key Performance Indicators (KPI, em português Indicadores Chave de Performance) a monitorar para o sucesso do projeto devem ser escolhidos com base nos objetivos identificados. Eles devem incluir:

  • objetivos de produção (PO): medidas objetivas (tempo, custos, número de colisões resolvidas), regularmente monitoradas para verificar se o projeto está indo na direção certa.
  • Fatores gerenciáveis: medidas subjetivas (qualidade e satisfação), diretamente ligadas aos objetivos de produção de cada componente (PPM, BIM e ICE) e funcionais à otimização dos processos do projeto.
  • Objetivos do cliente (CO): métricas (desempenho de uso, operação, sustentabilidade e segurança) elaboradas pela equipe do projeto para atingir os objetivos do cliente e medidas ao longo do próprio projeto.
Estrutura VDC

Estrutura VDC

Diferenças entre BIM e VDC

As metodologias BIM e VDC têm muitos pontos em comum e, portanto, costumam ser confundidas.

Ambas baseiam-se na colaboração e na comunicação inteligente, mas o VDC é um conceito mais amplo que adota o BIM como forma de trabalho.

A diferença entre o BIM e o VDC está na finalidade: o BIM envolve a construção virtual de um objeto com informações associadas; o VDC utiliza modelos BIM para planejar o processo de construção do início ao fim, englobando elementos como orçamento, estimativa de custos e planejamento (4D, 5D, etc.).

Resumindo, o VDC organiza os processos, o BIM organiza os modelos e documentos de projeto utilizados nesses processos.

Benefícios do uso de VDC

A maior revolução trazida pelo uso do VDC no projeto e planejamento de edifícios é a otimização da fase de gerenciamento. Nesse sentido, as principais vantagens da utilização do VDC são:

  • melhor comunicação de equipe: usando o sistema ICE, a comunicação entre os diferentes setores é otimizada e são eliminados eventuais atrasos no processo devidos à falta de integração de todas as disciplinas envolvidas.
  • Melhor planejamento estratégico do projeto: graças à metodologia PPM, é possível definir claramente desde o início os objetivos do processo, os produtos finais, as matérias-primas, além das informações e atividades que precisam de mais atenção. Isso se traduz em melhor planejamento de projetos, menos conflitos e imprevistos no canteiro de obras, assim como menos alterações de modelos e soluções de projeto.
  • Maior eficiência e produtividade: o uso do BIM no processo VDC permite elaborar um modelo virtual fiel, onde cada ator envolvido pode visualizar o projeto como um todo de forma clara, simples e rápida. Desta forma, é possível trabalhar simultaneamente e integrar diferentes soluções, evitando soluções emergenciais com custos elevados.

Para planejar e gerenciar um projeto de construção utilizando a metodologia VDC e aproveitar todas as vantagens acima, você só precisa de:

  • um software BIM para criar modelos 3D / BIM extremamente detalhados, com todas as informações relacionadas a cada objeto da construção.
  • Uma plataforma de BIM Management System com ferramentas integradas que permitem colaborar e coordenar a equipa de trabalho, revisar o modelo, gerenciar os tempos de realização da obra e estimar os custos da intervenção de projeto.

 

usbim
usbim